Gente Nossa: Weverton Henrique de Melo

Foco na Qualidade do Frango para Abate
março 26, 2019
XIV Sipat Atalaia Alimentos
abril 29, 2019

Gente Nossa: Weverton Henrique de Melo.

Conhecido como Guerreiro, Weverton é natural de Barroso e mora em Prados desde quando foi contratado pela Atalaia Alimentos.

Conhecido como Guerreiro, Weverton é natural de Barroso e mora em Prados desde quando foi contratado pela Atalaia Alimentos.

Mas sua história com a empresa começa quando o Guerreiro através do futebol, conheceu o Marcelo das Chagas que apoiava o time Atalaia, onde ele jogava.

À procura de emprego na época, Weverton saiu de Barroso após o falecimento de seu Pai e veio a Prados, onde sua família por parte de mãe reside.

Foi então, através do treinador do time Atalaia que Weverton, conheceu Marcelo das Chagas, que logo em seguida lhe deu oportunidade na Empresa. E assim, aos 18 anos de idade, Weverton teve seu primeiro registro na carteira de trabalho.

Iniciou sua carreira em 2003 na Evisceração, passou em seguida para as câmaras frias e conhece praticamente todos os setores e serviços na Empresa.

Hoje, graças a seu esforço, dedicação e profissionalismo, agarrou a oportunidade que teve e depois de um período probatório assume o cargo de Gerente de Produção.

Werverton conta que passou por momentos difíceis na Empresa: “a crise da gripe aviária foi muito assustadora. Tivemos demissões e um clima muito tenso na época”.

Esta crise pela qual a empresa está passando também é complicada na visão de Guerreiro, contudo ele não desanima: “Esta fase que estamos passando agora é muito pesada mesmo, talvez a pior pela qual eu já tenha passado. Contudo, enxergo isso como um desafio para todos nós e acredito que este problema veio para nos deixar mais fortes. Tenho confiança que vamos superar essa situação e sairemos dela preparados para alcançarmos objetivos ainda maiores. Tenho fé em Deus que isso vai acontecer!”

Esta atitude positiva sempre guiou os passos de Weverton Henrique de Melo que não se vê trabalhando em outro lugar: “tudo o que tenho eu devo à Atalaia Alimentos. Até minha esposa, Janaine Cristina Pereira de Melo, que me deu três filhos maravilhosos eu conheci aqui na Empresa. Tudo o que conquistei, o que me tornei como pessoa foi graças ao meu trabalho e às oportunidades que a Atalaia Alimentos me deu”.

Sua preocupação hoje se refere aos salários dos colaboradores e também à saída de vários colegas que resolveram seguir outro rumo. E Weverton conta que cada um que passa pela empresa deixa seu legado, sua história. Assim como ele, todos cometem erros: “todos são falhos mas também todos acertam muito. Temos que saber é lidar com as situações. Hoje, com os erros e os acertos somos melhores que ontem. Não somos melhores e nem piores que ninguém! Temos que respeitar a todos”.

Neste sentido, Weverton acredita que a empresa tem que valorizar aqueles que se mantêm firmes na caminhada para superação desta fase. E continua: “Eu rezo todos os dias por todos aqui na empresa e gostaria que todos mantivessem a fé em Deus e a esperança para superarmos esse momento e seguirmos em frente!”

A Atalaia Alimentos se orgulha em ter um gerente de produção com o espirito, caráter e garra que Weverton tem. Não é por acaso que é conhecido como Guerreiro! Nosso muito obrigado!